MachoCut #1

Por que as mulheres insistem em esconder o sexo nessa capital tão cheia de calor e libido? A gente ta cansado de ouvir sobre cupcake e maquiagem, enquanto vocês perdem os seus preciosos tempos falando desse monte de singelidades, a gente acessa o redtube atrás de garotas que realmente curtem o prazer de sentir prazer. Num adianta nada se maquiar toda e num ter um fundamento ou um propósito para o seu macho (ou sua femea), depende de cada um. Sendo assim me interfiro na mente pura das mulheres que insistem em ter atitude de adolescente e lhes apresento o MACHOCUT ( ou machocante, ou machocút) leia do jeito que quiser. Esse vai ser o espaço pervertido aonde todo mundo vai poder descarregar as emoções e viver num mundo de gozações. Só se fala de batom aqui se for pra lamber alguém, ok?? Para iniciar a nossa jornarda pervertida, vamos para um assunto muito pouco discutido: O QUE NOS HOMENS ACHAMOS DISSO TUDO. Por que sabe né, desde da antiguidade as mulheres se enfeitavam para satisfazer as frutações dos machos alheios, e de repente com essa história toda de revolução sexual, as meninas estão mais recatadas e parecem não quererem mais falar de sacanagem e muito menos de sexo, tudo ficou muito particular e o século 21 deu de presente para as moças recatadas um coelinho amigo. Po, na moral , tá na vontade, chama o brother e trepa cara! no banheiro, no carro, na cozinha, aonde for, as vezes o cara tá ali doido pra tirar o caldo e as meninas tão que tão falando de cupcake e make e caceteike. Vamos saber dosar as coisas, também num é pra sair  por ai piranhando, mas abrir as pernas com moderação num vai tirar a água termal da vagina de ninguém ok? Vamos mexer um pouco mais com o lado sensual de vocês, nós precisamos de gatinhas indies com alma de cachorrona, Natalie Portman eu te amo.

MachoCUT.

.

 

Anúncios

80 Comentários on “MachoCut #1”

  1. bianca disse:

    Rodolfo, para, né?
    O problema hoje em dia, parafraseando um amigo meu, é que antigamente nego ia pra balada, conseguia pegar uma menininha ou menininho e mandava logo o “vamos sair daqui?” e a noite tava ganha. Hoje em dia nego vai pra balada, pega todo mundo, vai embora de madrugada, chega em casa e Twitta. Fom. Malditas tecnologias. E Rodolfo ou “anônimo”, não fale mal do coelhinho. Ele é nosso melhor amigo – e pode ser um dos seus tbm. rs.

  2. Gilberto Jr disse:

    rsrs, parabens. ficou muito bom! e vamos la garotas, deixa aflorar essa sensualiadade.

  3. Bruno Reis disse:

    “cupcake e make e caceteike”. genial.
    falou, tá falado.

  4. Vai dar pra passar em brancas nuvens, ñ.

    Q textinho mais machista!.

    Sooo last season.

  5. O que dizer? Sensacional. Porque hipocrisia pouca é bobagem.

  6. Posso falar a verdade? ate que nao discordo de tudo nao.
    Tbm acho que ja ta na hora de parar de fazer o personagem “santa, pura e recatada” que ninguem cai mais nessa.
    Acho que gostei do texto, hahaha

  7. marianna rosa disse:

    também concordo com truthbygeorgiana.
    tem hora que mulherzice demais cansa, o problema é no fundo tem muito homem ‘indeciso’ e ‘com dedo de moça’ para escolher mulheres – ao menos aqui em vitória eu sinto muito isso.
    ser um machocut é também ajudar no processo de chegar junto, oras!

  8. Fabi disse:

    hum água thermal pra hidratar o pau kkkkk gostei da atitude machocut e o espaço para outras vozes.

  9. lilistahr disse:

    Eu acho que tá na hora de todo mundo esquecer as listas e ser feliz. É uma chatice o cara querer que a mulher deixe de gostar do bendito cupcake para virar uma indie piranhuda se na verdade ela pode abrir as pernas e continuar gostando de Ruby woo e água termal. É outra chatice ter que comer alface todo dia para ser comida. É uma chatice ter que ser qualquer coisa para alguém que não seja vc. A gente tem que ser feliz e aceitar as pessoas do jeito que ela são. O mundo tá cheio de gente, ao invés de querer adaptar o mundo todo para o nosso gosto, a gente tem é que procurar alguém que se encaixe nos nossos desejos da melhor maneira.
    bjs!

  10. marianna rosa disse:

    cadê o botão de curtir ao lado do comentário da lilistahr?! to adorando esse lado cut debate!

  11. cadê o botão de curtir ao lado do comentário da lilistahr?! e do comentario da Marianna rosa? tambem to adorando!

  12. Bia. disse:

    “ser um machocut é também ajudar no processo de chegar junto, oras!”, NÉ?

    tem cupcake que faz por uma mulher o que homem nenhum é machocut suficiente pra fazer. satisfaze-la. entra em ação, machocut. tira o cupcake de cena. às vzs ele tá tão no auge assim, pq o machocut que vc acha que é tá mto sensívelcut.

    e ó que eu odeio cupcake.

  13. Farah disse:

    qualquer manifestação de opinião masculina no mundo moderno é classificada de “machista”. não concordo, como adoro e acho que o mundo ta precisando.
    testosterona vemnimim!

  14. Os comentários estão com um nível altíssimo (como o post), assim a coisa fica legal!!!

  15. Ohana disse:

    Hmmm não acho que as mulheres estão recatadas não, vejo que é mto o contrario!! Será que to vivendo em outro mundo?
    De qualquer forma aprovo muito a abordagem sexual!
    Também não acho manifestação machista ver a opinião do homem não, é manifestação masculina, apenas. Falando de sexo tem sempre que ouvir os dois lados.

    • Larissa Dardengo disse:

      Pois é Ohana, eu queria saber por onde anda esse MachoCut para achar as mulheres tão recatadas.

      A impressão que eu tenho é que a mulher anda muito mais liberal nesses assuntos. Por outro lado, sempre é vista por boa parte com maus olhos por se comportar dessa forma. Complicadinho, né?

      Vai ver o pudor ainda está muito na nossa cabeça, na minha até.

  16. Barbara disse:

    Concordo que as moças devem se soltar mais, serem menos recatadas…mas isso se elas estiverem a fim, se for o estilo delas. Se tem alguma coisa que as impede, sociedade ou o escambal, tem mais é que passar por cima disso e soltar a franga. Mas cada uma do seu jeito. Já passamos por uma revolução sexual e anos de luta pra conquistarmos justamente isso, o direito de sermos o que bem entendermos. E gostar de cupcakes, makes e, especialmente, coelhinhos amigos, _ e até sair piranhando, SEM dosar porcaria nenhuma _ se estivermos a fim.

    ps: no redtube você encontra garotas que REALMENTE curtem o prazer em sentir prazer?

  17. […] This post was mentioned on Twitter by Allan Diego Brito and Farah , CAROL SCOLFORO. CAROL SCOLFORO said: Eeeu gostei, @cut_club – pode mandar ver. http://bit.ly/e1tlla […]

  18. bru simoes disse:

    Porque os homens insistem em implicar com essa coisa de cupcakes? Deixe o cupcake pra lá e cumpre seu papel de macho, já que é disso que estamos falando.
    Não é porque a mulher gosta de cupcake, água termal e rubi woo- como disse a lili, que não gosta de sexo. E não é porque não gosta de sexo, que não sai abrindo as pernas pra qq um, a qq hora…

  19. aline zanardo disse:

    às vezes eu tenho a sensação de que quem fala muito, faz pouco. sei lá.

    E entendi, me corrija se estiver errada, que o post não quer tornar as meninas as fudionas da noite capixaba, mas apenas terem um pouco menos de rabo preso (no melhor sentido dessa junção de palavras, rs)

    Gostei da discussão, acho válida, mas ressalto que um pouco de pudor não faz mal a ninguém. Pagar de fudiona não é a questão aqui.

  20. Ohana disse:

    Concordo com a Aline!

  21. Barbara disse:

    Pra mim, a questão é pagar se fudiona se quiser. Ou ser recatada, se estiver a fim. Comer cupcake e brincar com coelhinho e dar tchau pro mundo, se quiser. Ninguém sabe oq é melhor pra ninguém. O importante é cada um fazer oq acha melhor, pq todo mundo é livre pra fazer oq quiser. Temos que parar com essa coisa de ditar e julgar oq os outros fazem, gente. Vamos expandir os horizontes e ligar o foda-se pra vidinha alheia. Dá quem quer, segura quem tá a fim, pondera quem se sente bem assim.

  22. Farah disse:

    ái gente, saímos do ensino médio faz tempo…
    essa coisa da fama de “fudiona”…pelo amor de deus, alguém ainda ta preocupada com isso?
    enfim , to dizendo isso pq é esse tipo de preocupação que acaba “travando” a maioria das meninas. acabam se culpando depois do sexo, se achando a “puta” por causa disso…
    parem de se culpar, assumam seus desejos, chega de mimimi.
    mas enfim, cada um de acordo com suas vontades.
    =)

    • aline zanardo disse:

      eu falei fama de fudiona como uma coisa positiva = cara que pega todo mundo (garanhão, macho pra caramba) não no sentido pejorativo.

      “Pagar de fudiona não é a questão aqui”
      É um alerta para as meninas que entenderam o post como um ‘a nova tendência é”.

      • judadalto disse:

        kkkkkkkkkk. Tipo cinza é o novo preto.
        Como diria o gênio do Chiclete, em sua nova composição (uma música baiana, leia cantando):
        Transar é o novo beijo.

      • Farah disse:

        aline eu só usei o mesmo termo…não foi em referência ao que você escreveu…

        =)

    • judadalto disse:

      Nem sei como a mulherada moderna vê isso. Se é que podemos chamar nossa ilha de moderna.

  23. Barbara disse:

    Curtir isso, Farah.

  24. raphael teixeira disse:

    acho mais caotico pagar de puta e nao dar do que ser puta e pagar de santa. pelo menos a frustação masculina é testada a nivel maximo no primeiro item.

  25. Farah disse tudo! Vamos combinar que essa coisa de “faminha” ta mais pra ensino medio!

    E como disse a Barbara “Dá quem quer, segura quem tá a fim, pondera quem se sente bem assim.” -arrasou com esse comentário!

  26. codorna disse:

    cú!!! cú!!! mil vezes cú!!!

  27. Cada um interpreta o texto da maneira que acha mais conveniente. “Acorde arrependida mas não durmam com vontade”. É clichê? Sim, mas é o óbvio. Deixa a vontade tomar conta e aproveita.

  28. Laura disse:

    falar desse jeito de redtube, da natalie portman, tratar de sexo como perversão, olha, posso estar enganada, mas sinto que só pode ser um garotaço que escreveu esses trechos. mas ok, a gente entende, amadurecer leva tempo. exige coelhinhos e frustrações.

    PS: acordei, cadê o fim do papo de que maquiagem é futilidade?
    PS2: e oh, parece que o texto disparou uma discussão maneira aqui nos comentários!

    • judadalto disse:

      Tem todos os tipos de homem, graças a deus rsrs.
      Tô adorando os comentários tb, Laurinha, e tem mais texto pra postar já 🙂
      Não é um tema muito tudaver com o CUT?

  29. marianna rosa disse:

    alô meu povo, acho que tem que ter muita cabecinha pra achar que o está escrito no texto é a nova tendência. faz quem quer, dá quem quer, passa vontade também.
    tudo nessa vida é escolha, só não vale lamentar arrependimentos depois e não to falando sobre sexo não mas sim de beijo e amor que como diria minha tia deixa a pele da gente linda e enche o rosto de sorrisos.

  30. Dude disse:

    PS3 a gente adora! Se rolar um Winning Eleven então nem se fala!

  31. Mariana Fraga disse:

    Ta certo gente, ainda mais que tem mulher por aqui em vix que detona esse tipo de coisa de ser livre e fazer o que der na telha mas debaixo dos panos apronta umas e outras sem o o namorado… duas caras aqui nao rola né amiga.

  32. Lais disse:

    Tbm acho que cada um deve fazer o que tiver vontade. Mas tbm entendo a insegurança de algumas mulheres quando o assunto é sexo. Acho que nem é por medo de ficar faladinha, mas porque a maioria dos homens ainda julga mal uma mulher que dá no primeiro encontro, por exemplo.
    Ainda rola muito aquela coisa de “mas eu posso, eu sou homem”.
    Enfim, bora ser feliz gente. Na vertical, na horizontal, do jeito que for.

  33. O importante é ser feliz.

    Não importa se você é do tipo que dá e maloca ou que paga de promíscua e amarra.

    Mas concordo com o raphael, nós queremos mais ação, por isso preferimos a primeira opção.

    Mas como diz aquela lei social do Levi Strauss, preferimos que sejam com a mãe/irmã/filha dos outros e não com as nossas. Apesar de eu não concordar integralmente com isso. Se minha mão não fosse tão danadinha, talevz eu não estivesse aqui…

  34. Mara disse:

    Quero ver os homens pararem de dividir as mulheres entre quem come cupcake e quem não come, entre quem dá ou não, entre quem dá dessa forma ou daquela outra.
    Em mulher pra namorar ou mulher para ligar às 3 da manhã, escondido, comer, ir embora, e quando encontrar, fingir que é amigo, no máximo (pontinha de ressentimento aqui).
    E vamos por partes então: um homem que aprende a transar assistindo pornô: faz-me rir. Mesmo se for a tag Caseira do RedTube. Vai achar que sexo anal é socar, que mulher sempre tem que ejacular e acreditar piamente que basta meter para levar alguma ao orgasmo (até para algumas basta, mas but not least, o tal relatório Hite, ainda válido, falava que a maioria precisava de manipulação clitoriana). E por falar em futilidade, pelo que entendi esse Macho(?)Cult critica isso: o que é dia de jogo na vida de vocês? E a discussão mais séria é sobre Flamengo e Vasco; novas músicas daquela banda, e se o goleiro Bruno é mesmo culpado, ou atalho de games. Quem já conviveu em lugares nobres como criação de agência sabe bem do que estou falando. Imagina em lugar com homens menos cool…risos. E sinceramente querido, se você é homem ou mulher, nem me interessa. O que eu acho mesmo é que você é novinho. Se você acha que as mulheres agora falam e fazem menos sacanagem do que, digamos, há cinquenta anos, deveria ler mais ao invés de ficar batendo punheta na frente do seu computador, dá uma navegada em textos sobre comportamento e história. Que tal ler algo de Badinter? Ou descobrir afinal o que significa orgasmo vaginal ou clitoriano? Já deixou enfiarem o dedo em você lá atrás? Ou acha que é coisa de viadinho? Quanto tempo você demora fazendo sexo oral nela? Igual aos vídeos de, no máximo, 6 minutos no RedTube que quase nunca mostram isso? Vamos lá, estou esperando Maxoxo Cut. Super curiosa. Porque fui chamada de vadia porque beijei dois em uma noite, de outra feita porque “fiquei” com um namorado de uma menina rancorosa, detalhe, ele não sabia que era namorado dela. Estou super curiosa para ter alguém enfim me ensinando o modo certo de me comportar numa sociedade que há cerca de 20 anos matou a queima-roupa uma jornalista, que era chamada de puta (e o grande erro dela era falar a verdade). E sabe, para machos como você, as meninas, indies ou não, cachorras ou não, devem mesmo dar com muita….moderação. Rindo muito aqui. Hahhahaahaha!

    Mais uma coisa: a maquiagem, não somente feminina, foi criada milenarmente como um rito de agradar em primeiro lugar aos deuses. Nos primórdios a gente nem sabia que vocês eram responsáveis também pela vinda de crianças ao mundo, vocês que nos puxavam pelos cabelos, a gente nem precisava de make.

  35. juju disse:

    poderia ser sua mãe , ou sua tia sei lá , mas adorei o post.o botom de like está lá em cima.

  36. Mara (Aká Areta Garbo) disse:

    Claro Lori, que foi tudo interessante, há tempos queria ler e expor coisas como essas, estou achando tudo de altíssimo nível, tanto que me dignei a responder…Obrigada!

  37. judadalto disse:

    (por e-mail, em resposta):

    Vamos responder ao chilique reprimído das meninas em geral porque tudo na vida precisa de uma resposta né? Primeiramente eu não quero prolongar a burrice que algumas pessoas falaram e muito menos dá cartaz a escritores que passam tanto tempo tentando polemizar em atitude cult e o mínimo que têm é um conto faz de conta que ninguém vai ler, porque é muito chato porra! Vamos ao que interessa galera, deixa as feministas se acabarem na ciririca pós- moderna tentando identificar os valores e valores e valores e valo zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz. O tema de hoje é: MULHER QUE PÕE O MARIDO (NAMORADO) PRA CARREGAR. Ta ligado naqueles idiotas que vão ao shopping, ao supermercado, ao quilão com a mulher e ficam de plantão pra mulher fazer o babaca de gato e sapato só pro cara segurar e segurar e blá blá. Porra bixo, na moral deixa de ser escroto, joga as compras em cima da comida e vai beber um chopp, ficar pagando de cabide num dá certo pra ninguém e outra se você faz isso com frequência, provavelmente ela deve te deixar na punheta na hora de fuder e não completa a transa, ficando apenas no “vamo ver” ou no “vamos SEGURAR essa amor”. Tem uma cambada de babaca ai na rua fingindo que ta tudo bem assim, vai pra porra! mulher manda bem apenas no oral, tirando isso é questão de senso mesmo, elas gostam é de puxada de cabelo. E não caia na armadilha de ter que comprar uma coisa nova a cada segundo para satisfazer a tentação delas. A exploração é uma coisa muito escrota , que elas vêm cultivando desde da idade da pedra, como disse a Mara. Transar que é bom ninguém quer né? Mas passear fingindo estar tudo bem sem gozar nem trepar ta de boa. Precisamos de um suadoro mais amigo, de um boquete mais molhado, de um hardcore com a mão na garganta, gatas. No final da contas a gente não liga se vocês estão de Chanel ou de Storary, a roupa vai pro chão do mesmo jeito então não perca o seu tempo dentro de loja ou estorquindo seu namorado, peguete, amigo, marido ou seja lá o que for. Trepa na floresta que ta de boa, como diria o poeta cumpadre Washignton. Te amo Ellen Roche!

    MachoCut

    • Caralho MachoCut. Agora vc foi no âmago da coisa, hein.

      Só acrescentaria que a recíproca também é escrota. O cara que leva a mulher de troféu pro futebol, pros eventos e trata-a como um mero acessório também é o mesmo com ejaculação precoce que deixa a coitada na mão.

      • Thiago Setubal disse:

        Porra, o post virou comentário! O machocut tá reprimido assim Juju, renegado às entrelinhas do blog. Concordo com Daniel, mas considero que são os paralelos da vida contemporânea. Já pensou que o mesmo babaca que fica de carregador de carrinho de supermercado pra mulher é aquele que leva ela pro futebol de troféu pros amigos olharem (desejarem)? No fim é apenas uma troca de favores. Tá certo, tá errado? Sei lá, se funciona amigo, é oq importa. Exemplo, não julgo mais (como julgava antigamente) quando vejo uma ninfeta deliciosa novinha casada com um velho patético rico, sabe pq? Porque também tá rolando uma troca de interesses que satisfaz os dois, ele quer a juventude e a beleza dela e ela quer o dinheiro e o motorista dele. Se funciona, tá blz, cada um faz o que quer e, como diz o fantástico pensador Clichê: “o importante é ser feliz”.

  38. Mara Coradello disse:

    Eu nunca disse isso Macho “A exploração é uma coisa muito escrota , que elas vêm cultivando desde da idade da pedra”. Mas adorei isso aqui: No final da contas a gente não liga se vocês estão de Chanel ou de Storary, a roupa vai pro chão do mesmo jeito.

    Voto igual ao Thiago: vira post.

    Beijos!

  39. Allan Diego disse:

    Eitaaaa que o post ainda tá rendendo comentários e mais comentários….gosto assim!

  40. paulamaria disse:

    Sabe o que eu acho mais engraçado? A hipocrisia que reina nessas relações da nossa cidadezinha querida. Nisso, eu colocaria o dedo na ferida. Vejo muito “amor” e “sexo” de aparências, todo mundo na superficialidade e na contenção. Achando que pode falar da vida um do outro com a maior certeza e cacife que possa se imaginar… Suposições sobre meninos e meninas, rapazes e moças, isso não é novidade, galera.

    Também achei o post um pouco machista, dava até pra chutar quem seria o autor, mas essa não é a intenção. Só acho importante mesmo é realmente não achar que dá pra se aprender sexo com filme pornô – tanto pra homem quanto pra mulher – e também achar que “abrir as pernas” na night vai resolver a repressão sexual que ronda por aí.
    Intimidade, liberdade, sentir-se bem no seu corpo, dedicação, paciência e diversão são palavras chaves pra começar com qualidade.

    Isso é o que eu acho.
    😉

  41. Carol disse:

    Entrando um pouco atrasada no assunto…

    MachoCut…Talvez a postura das meninas/mulheres de Vitória continue como a do ensino médio, pq a postura dos meninos/homens de Vitória também continua assim. Mulher nenhuma vai “dar” de cara tendo certeza que todos os pormenores serão apresentados no dia seguinte na mesa de bar pra mais vinte ogros. Isto é fato! Cidade pequena…(talvez não mais um densidade populacional, mas em mentalidade de província com certeza!).
    Beijei muito no ensino médio…minha estratégia pra não ficar “falada”? Era ficar com garotos cariocas, minérios, paulistas, candangos e pouquissimos capixabas… Talvez esta estratégia não seja só minha…. Onde machos como você se escondem? Do tipo que sabe pegar a mulher de jeito (pq mulher quer sim ser pegada de jeito) mas que não vai difama-la no dia seguinte por gostar disso. É tudo uma questão de confiança, por mais que seja por uma noite só. Deixe os vídeos da internet pra la e tente um “approach” diferente da próxima vez.
    Obs: Menina gosta de make e cupcake pq foi condicionada a gostar disto, da mesma forma que menino gosta de carrinho e futebol…Um dia, quando você tiver uma filha, talvez você possa fazer a diferença e ensina-la desde de nova que sexo é uma coisa natural e quando ela quiser sair de saia curta você não vai reprimi-la dizendo que ela está parecendo uma puta. Talvez…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s