Durga

Durga nasceu da união dos sábios divinos para combater a força do mal.

Eles se reunirão envolta do fogo, onde atiraram alguma coisa da sua própria essência.  Daí surgiu Durga uma forma feminina emergida das chamas. O poder de Shiva estava em seu rosto, o poder de Vishinu em seus muitos braços, o poder de Brahma em seus pés e todos os outros seres celestes foram representados como poder nas outras partes dela.

Seu veículo é um tigre representando o poder de destruição ou um leão representando força e proteção. É o símbolo do Grande Feminino representando a força que anima a consciência. Ela é respeitada pelos seres celestiais e temida por seus inimigos. Possui um hino de grande força que reúne diversos mantras.

Mantra

Seu mantra mais conhecido é: Om Dum Durgayei Namaha!  Significado: “Saudações a Ela que é linda para aqueles que buscam a verdade e terrível na aparência para aqueles que querem machucar os devotos da verdade”

 

A Grande Deusa Durgha é dita ser requintadamente bela. Sua imagem é extremamente brilhante, com três olhos como lótus, dez poderosas mãos, cabelos exuberantes com formosos anelados, um vermelho-dourado brilhante de sua pele e um quarto crescente em sua testa.

Ela usa um brilhante traje azul marinho que emite raios. Seus ornamentos foram lindamente esculpidos em ouro, cravejados de pérolas e pedras preciosas. Cada deus também lhe deu a sua arma mais poderosa, o tridente de Rudra, o disco de Vishnu, o raio de Indra, kamandal de Brahma, gada de Kuber, etc. Himalaia presenteou-lhe com um feroz leão dourado. Sobre o fim do 8 º e início do 9 º dia de lua, Chanda e Munda vieram para lutar contra a deusa. Ela virou azul de raiva e a deusa Chamunda saltou para fora do seu terceiro olho. Esta forma é uma das mais poderosas, com 3 olhos vermelhos, preenchidos de sangue, língua e pele escura, que finalmente matou os demônios gêmeos com sua espada. Esta forma da divina deusa é adorada durante o sandhikshan do festival de Durga Puja, como sandhi / chandi puja. Finalmente no décimo dia da lua, a deusa Durgha matou Mahishasura com o seu tridente.  A palavra Shakti, significa a força sagrada feminina, e Durga, reflete o aspecto guerreiro da deusa, encarnando um papel tradicionalmente masculino.

Ela também é muito bela, e inicialmente Mahishasura tenta casar com ela! Outras versões incluem Annapurna e Karunamayi (karuna = bondade).  Uma vez que só uma mulher poderia matá-lo, a Santíssima Trindade Masculina desceu até o rio Ganges e rezou o mantra, “Om Namo Devaye”, implorando a grande deusa Devi para salvar seu domínio da ruína. Eles foram abençoados com a sua compaixão quando a deusa Durga nasceu do rio.  A deusa Durga representa a força do ser supremo que preserva a ordem moral e a correção da criação. A palavra sânscrita durga significa a força ou o lugar protegido, difícil de ser alcançado.  Durga, também chamada de divina mãe, protege da ação dos demônios e da miséria. Ela destrói as forças do mal como inveja, ira e orgulho.

Sua adoração é muito popular entre os hindus. Ela é chamada de muitos outros nomes, como Parvati, Ambika e Kali. Na forma de Parvati, ela é conhecida como a divina esposa do deus Shiva e a mãe de seus filhos, Ganesha e Karttikeya.  Para conhecer mais sobre Durga sob a forma de Parvati e seu relacionamento com Shiva, acesse a história de Parvati.   Simbolismos associados à figura de Durga:  Durga veste roupas vermelhas. A cor vermelha simboliza ação. Sua aplicação na vestimenta indica que Durga está sempre ocupada destruindo o mal e protegendo da dor e sofrimento.  O tigre simboliza a força ilimitada.

Durga montando um tigre indica sua força ilimitada, seu poder de proteção da virtude e destruição do mal.  Os dezoito braços de Durga significam a força combinada das nove encarnações do deus Vishnu (que apareceu na terra em diferentes tempos no passado). A décima encarnação, a Kalkin (um homem em um cavalo branco), ainda está por vir.

O som que emana da concha é o som sagrado da sílaba AUM, que é o som da criação. Uma concha em uma das mãos de Durga significa a última vitória da virtude sobre o mal e do certo sobre o errado.  As armas nas mãos de Durga passam a idéia de que apenas um tipo de arma não é suficiente para a destruição de todos os tipos de inimigos. Por exemplo, orgulho precisa ser destruído pela humildade, o egoísmo pelo desapego e o prejuízo pelo auto-conhecimento.

Durga tem a tez rosada e sua beleza divina é incomparável. Seus cabelos pretos e brilhantes ultrapassam a cintura, chegando próximos às coxas. Além disso, ela usa um diadema e uma graciosa coroa – chamada Karanda Mukuta –, cravejadas com pedras preciosas raras. Sua expressão é da mais profunda paz, harmonia e serenidade, simbolizando a pureza espiritual e a infinitude. Em raras ocasiões, ela pode apresentar um delicado sorriso. Seu corpo tem incrível forma feminina, com busto bem proporcionado, símbolo da perfeição e feminilidade. Ela se veste com esplendorosa roupagem, parte dourada, parte vermelha, toda bordada com filigranas de ouro. Via de regra, tem três olhos, sendo que o central é o chamado “olho espiritual”, ou “que tudo vê”, e que só se abre em ocasiões muito especiais. Não tem um único veículo ou vahana e pode aparecer sentada em shukhasana, a postura da simplicidade ou da humildade, sobre um trono de lótus (padma), um leão – daí ser chamada Simha Vahini –, ou sobre um tigre. Normalmente, ela tem oito braços e mãos, mas na iconografia pode surgir com dez, 18 ou mesmo 20 braços e mãos, cada um simbolizando e portando aspectos ou elementos dos seus mais elevados atributos. Na primeira mão direita superior, porta o disco dourado – Sudarshan Tchakra –, símbolo da criação; na segunda mão direita superior, porta uma espada, símbolo da justiça; na terceira mão direita intermediária, porta uma clava ou massa, símbolo da vitória em qualquer combate, material ou imaterial; na quarta mão direita inferior, mostra a mudra da paz e da espiritualidade interior, Abhaya; na primeira mão esquerda superior, porta a concha, símbolo do cosmos; na segunda mão esquerda superior, porta um arco e uma flecha, símbolos da luta contra o ego – Ahamkara; na terceira mão esquerda intermediária, porta uma flor de lótus, símbolo da pureza suprema; na quarta mão esquerda inferior, porta o tridente – ou trishula –, símbolo do domínio sobre as três qualidades (trigunas) – tamas, a que é pesada, densa, ignóbil; rajas, a que é ativa, agitada, precipitada; e satvas, a que é pura, leve, sublime e espiritual.

Também é comum, quando a deusa apresenta mais braços e mãos, portar outros elementos como: um escudo, símbolo da defesa em todos os sentidos; um japa-mala ou rosário iogue, símbolo da espiritualidade genuína; um sino, símbolo do despertar da consciência; um tambor (damaru), símbolo do tempo; uma cabeça de caveira, símbolo da transmigração cármica.

A iconografia e a simbologia que envolve Durga é muito vasta e rica, podendo comportar inúmeros significados. A história sideral da deusa Durga nos remete à tomada de uma consciência mais profunda sobre tudo de ruim que o homem (o masculino) está causando a outros seres do planeta, em função do seu egoísmo doentio e da falta de respeito consigo mesmo, com o próximo e com a natureza. Basta observar a terrível poluição e destruição ambiental. Nesta nona parte de minha matéria que cada ser humano possa, ao tomar consciência, mudar para melhor sua energia, vibrações, pensamentos, ações e atitudes, buscando um futuro mais espiritual.

.

Anúncios

One Comment on “Durga”

  1. Rafa disse:

    Ai, eu sou simplesmente apaixonada pela estética da índia e por toda atmosfera de cores. Eu tenho certeza que já estive lá em outra encarnação. E tenho certeza que em breve estarei lá, ainda nesta.

    Eu sou capaz de ficar horas vendo essas cores todas. E tudo combina tão bem. O tom de pele, as cores das roupas, as cores dos cenários e a espiritualidade. tudo lindo!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s