Quer me fazer feliz? Me apresenta a sua avó (preferencia pelas que viveram nas dec 50 60 70 e viajaram o mundo)

.

Valeu Tati!


.S&M.

Eu fico tentando descrever o cheiro que tinha. Acho que pêssego. Mas tinha o mar também… as flores, ah as flores, leves, parecia que uma camponesa usando liberty tinha colhido uma a uma. E as cores? Sou suspeita, mas as cores pra mim foram a melhor parte. Nem as nossas, alta e divertidamente coloridas com todas las colores em tons de nude clássico, mas sim e muito mais: as do tempo, que de fez lindamente claro, vagarozamente escurecendo só pra tingir de azul o ambiente, não! só pra deixar a mostra os luzes os (não-)piscas… E a lua, quem viu? misteriosa, sorrateira. Noite que caiu a crepuscular, escura, e de novo fez-se brilhar, tão lindo como em poucos clareareares eu diria, que deu um clima de primeiro do ano, que eu fico aqui, a usar essas palavras, pensando em pêssego, olha só… mas esse casamento, essa lua, esse conhaque… você sabe, botam a gente comovido como o diabo.

.

Obrigada universo pela experiência de viver rodeada de gente ultramente talentosa, criativa, inovativa e cheia de talentos. Tantos talentos! O meu vestido, por exemplo, estava perdido solitário dentro de uma caixa, o que me irrita por um lado, mas amar é mais que entender, é compreender, ele então, um gênio, deve saber que há algo naquela caixa, talvez um túnel inter planetar, um secreto, pra um lugar que ele memso criou. Ou isso ou queremos uma coleção nova fácil de comprar, e cheeeeia de coisas assim!! Só agradeço por poder ter exposto a obra, me senti importante rs. E se o diabo mora no pormenor, exclareço que foi costurado em Cuba, a partir de materias primas locais e tecidos reutilizados de outros vestidos dele, puro linho semente e socialismo, puro galanteio amor e saudade.

.

O deslexo do cabelo by CUT club, com opinião de todo mundo da casa, que e arrumava*se montava* junto. Naquele estilo, vc conhece: sabe o deslexo do cabelo na quantidade exata, sabe isso meninas que leêm o CUT? Meninos também fazem disso um charme, mas meninas que sabem a escala de desleixo do seu cabelo, e o ponto exato… Não é tudo arrumadinho, irk, é tudo uma grande arquitetura do caos, tá tudo desordenadamente pensando, o resto é laque e confusão, tenta e me conta depois.

O make foi lindo, todas as meninas, quase todas madrinhas, que se arrumaram na casa, umas se maquiaram como gostavam, outras tiveram make da Thai, que eu lembrei que esqueci e não tirei nenhuminha foto, que péssimo, porque foi tão divertido. Aquela confusão, tudo ao mesmo tempo, imagina! A Thai arrasou, ficou todo mundo lindo e colorido. Bem montado, os looks pensados em micronésimos detalhes, adoro que gosta de brincar de se vestir rs.

.

.

.

Eu sabia que ia ser lindo, a preparação, as genialidades, os corações, mas não sabia que ia ser tão, que de tudo, de nada superou o que aconteceu lá na hora. Na hora é sempre melhor, que quando a gente vê assim o amor explodindo ele se prolifera eu acho. Os dois, mais felizes que tooodo mundo. Felizes de todos os angulos, felizes enormente daquela felicidade simples, boba, que o canto da boca não consegue descer, tema em fica apontando pra cima, fazendo a bochecha mais redonda, o olhar mais brilhante…

.

.

A, sim, a música não fez por menos, a pista não parou 1 minuto, teve after, after do after, café da manhã, mais uma pista, piscina pista, pisca pista, posta, pista e all over again. Pra quem gosta, pensa, aproveita e toca uma aí pra gente, DJ Detudo:

.

Tem fotos lindas no blog do Savaris. Vai ter mais em breve tb. Só queria mesmo passar o clima. Como posso dizer? … (pabaéns pra MIrabólica, tá tudo ligado).


.
Casamento, assim como trabalho que eu falei ontem, acho que terminologias em geral, eu detesto, mas celebraços do amor assim, expandem! nossa, obrigada!


Depende do ângulo

.

Eu tô odiando minha franja, assim de um jeito absuro, pleeease, quem tiver ideias de como fazer franja crescer, implante, penteados, produtos, qualquer coisa, me conta que eu enjoei demais dela e quero que ela cresça logo, mas logo muito rápido!! Que arrependimento de ter cortado!!! Por outro lado, amei essa foto rs 🙂


Tale #3 Runaway, Houses, City, Clouds

cerveja, beijú, caju socado, caju nevado, clericot com cajú, aracajú, chamar acarajé de acarajú, mãe gorda (a minha não, o quiosque), irmã, sobrinhos, projeto da casa, aruana, canindé de são francisco, estradas estaduais como um tapete, ver a chuva caindo no sertão, doces da dona nena, mangue seco, uma cartucheira “nude” até que inventem um nome novo para aquela cor pálida, ver casas do PAC em cidades que são mais curtas que uma música no som do carro e que te fazem agradecer o fato de ter nascido neste mesmo país, mas na capital, um lugar melhorzinho que te possibilitou correr o mundo, conhecer gente jovem que é feliz aqui sem ter nascido nem na capital do estado ou ter corrido o mundo, sem vontade de tentar a vida no “sul maravilha”. praia do saco, parati, menino cão ex-morador de rua da consolação nadando no mar pela primeira vez, aprender que aqui se chama a folgada de ousada, “chique de doer” é estar arrasando e que “ficou com a cara mexendo” é não ter onde meter a cara, que “porra” pode ser amenizada por “pêga”. PT antes das duas da tarde, siesta, se dar conta que fala mais “puta” do que gostaria de soar como alguém que mora numa travessa da paulista, estar sem homem e gostar um pouco disso pela primeira vez, mas mesmo assim odiar as anãs feto, suas batinhas, seus cabelos escovados e seus dez anos mais jovens, odiar as olivias palito, seus vestidos de boa moça, seus cigarros de metida à intelectual, seus amigos e sapatos feios, saber que foi lembrada pelos queridos em suas viradas, ter pesadelos de barriga cheia, barriga cheia todos os dias, pesadelo todos os dias e todos os dias preguiça de são paulo e eu pensando se devo começar uma dieta amanhã ou no dia 24, quando voltar à realidade. que então deixemos os dias de magreza, privação, sobriedade e serenidade para o fim de janeiro, para os dias de contar migalhas e inventar novos motivos para celebrar na metrópole metida à cosmopolita.

Jana Assis


Blush bronzeador > é pra isso mesmo!

Blush tem vários jeitos de passar, né meninas? Quanto mais bolinha > mais boneca, quanto mais riscado > mais anos 80, quanto mais nos limites do rosto > mais afina… Tô hoje aqui pra falar do jeito que eu mais tenho usado nesse verão, acho que vocês podem curtir.

No veraozão é aquilo, o rosto inevitavelmente fica mais claro que o resto do corpo, a gente usa um protetor todo especial pra essa área (não usa?), e ele é bem mais forte que o resto. Como resolver? Sabe que tem dois tipo de blush: os com tons mais rosas/vermelhos/etc, e aqueles com tons mais de terra e de marrom. Esses últimos são chamados de bronzeadores, porque enquanto os rosas fazem aquela bochecha redonda de princesa, os marrons tingem mais a pele. Bronzeiam mesmo, é a melhor definição da coisa.

Então, já que eles servem pra isso, é isso que a gente faz uso deles no verão. E em partes maiores do rosto. > Vou confessar que eu tenho dado uma pincelada na cara todinha, pronto contei. Mas vamos com calma, não é pra virar cariosa heim gente, é com a mão bem leve. Dou uma passadinha do meu blush bronzeador favorito, que é bem leve, no rosto todo, depois faço o desenho que eu quero. O meu blush permite porque ele é bem leve. Adooooro esse bronzeador, não troco mais por nada, já usei uns 4. Chama Warm Soul, e é da MAC (que tem no shopping rs). Ele é claro e tem o brilho mais lindo do mundo.

.

Depois desse exagero de verão, eu faço o desenho que eu falei, que eu queria tirar uma foto e mostrar, mas fim de ano é muita correria! Então eu fiz o desenho no desenho que achei no desktop rsrs

.

Desculpa por isso, coelhinho.

O lance é que o blush vai de uma orelha a outra, passando pelo nariz. Gente, se eu ver vocês usando isso errado na rua, vou dar bronca. Não diz que leu no CUT não heim rsrs. Tem que ser com muita leveza, pegando blush e batendo muito o pincel pra sair o excesso. Se ficar claro passa mais uma camada, mas sempre com cuidado pra esfumaçar muito. Com todos esses avisos, se você fizer esse desenho, fica muito lindo, com cara de verão. Porque escurecendo essas partes mais altas do rosto, a gente simula de leve uma queimadinha de verão.

No desenho ainda tem duas bolinhas mais escuras na bochecha, isso é opcional, é o que? Depois de bronzear, se você quiser pode fazer sua bochecha saltar com um blush rosado. De levinho, pouquinho em pouquinho. Depois do warm soul, se for de noite, passo o Orgasm.

Tô usando muito isso, combinado apenas com corretivo a prova d`água (presente da Fabi, mania do verão), e um batom rosa bem nude (dica master: passar o batom e passar o dedo em cima pra espalhar, batom claro assim fica horripilante se muito concentrado). O que eu tô usando é da NYX, da Andrea.

Outra coisa bem doida que eu tenho feito é não usar rímel. Tenho ido em praia e piscina, e não queria uma coisa melecada borrando. Sei que podia ser a prova d’água, mas sabe de uma coisa… Estranho dizer, mas tô antipatizada com rímel. o.O . Rímel de noite bomba, mas ele deixa a nossa cara muito sensual, um olhar sexy até demais, não é todo dia que eu topo esse papel killer. Tem dias que eu quero mais papel sunset california rs. Com esse make todo que eu falei, a bochecha e o nariz “queimadinhos” e sem rímel parece mais uma bem relax surf girl anos 70 do que uma pantera growww, sabe como? Não sei, só testes…

Quem tentar depois me conta, bele?


Ideias de cortes apaixonados de verão

PB no coração.


Ai ai ai, o verão

Escrevo pouco pela pouca inteligencia, meu célebro está frito. Banho, só gelado, mesmo que meia noite. Comer nem consigo, só salada ou coisas geladas. O que é um problema também, fica esse entra e sai de ar condicionado, não a garganta que aguente firme. Enquanto o clima nos incendeia, deixo aqui minhas primeiras dicas de verão, que eu adoro, sofro, mas adoro.

1. Trabalhe de casa ou tire férias ou peça demissão. Ter horário, usar calça jeans, andar de ônibus, meu deus, isso é só pra os muito fortes, muita energia de força pra vocês rs.

2. Use o menos roupa possível. Eu só estou conseguindo usar vestidos esses dias, de tecidos leves, sem forro. Em casa nem precisa de tanto rs.

3. Use menos cabelo possível, cabelo cresce, aproveita e corta agora tudo que estiver pesando na nuca, refresca que é uma beleza!

4. Ache seu protetor ideal. Todo verão é essa mesma batalha, o protetor que seja menos oleoso pro rosto, um que proteja mas deixe uma corzinha bonita pra pele. E isso é uma batalha pessoal. Me contem o de vocês que eu quero falar sobre isso especificamente num próximo post. Mas fica a dica de passar no corpo inteirinho, não esquecer de nem um pedaço, cor se pega com tempo, vermelhão é bem feio e faz mal heim!

5. Ache sua praia ideal. Estrelinhas nesse tópico. Eu e meus queridos amigos estamos em busca. Já parei até em Guarapari nessa rs. Mas fui pra Ponta da Fruta, pro Ulé, pra Manguinhos, pra Camburi, pra Curva, pra praia da Praia do Canto, pra Ilha do Boi e do Frade, e outras que eu não sei o nome rs. Esse eu queria também fazer um post inteiro, porque achar a sua praia querida do verão, que tenha tudo que você curta do seu jeito, esse gostinho só quem vive no litoral tem, vamos aproveitar mais!

6. Ache seu esporte ideal. (a ser praticado bem de manhã ou no por do sol, é claro). Se eu fizer uma lista dos que eu ando testando ninguém acredita. Realmente, o que eu fui fazer na Curva da Jurema ou na praia da Praia do Canto (tem um nome alí?). Kaike, galera, divertido demais, visual lindo, e um exercício incrivel! Quem animar liga lá na Vela da Praia e se informa 3225 3277. Mas vai de bike, de altinho, de frecobol, quem não quer chegar no auge do verão com cara de saúde? Fora que a disposição, o bem estar…

7. Escolha a trilha sonora do seu verão, a que vai fazer ele ser ainda mais especial. Depois me conta? Queria ideia, se for mais mais amigo faz uma mix tape pro blog né? 😀 (Vou começar a apontar na rua quem já prometeu e nunca fez rsrs)

8. Consuma menos. Fume menos. Faz o sanduíche em casa pra levar pra praia. Faça seus presentes de natal. Compre no Ganhei do ex. Use menos make, só aquilo que não dá mesmo pra deixar de usar (tipo corretivo), e faz muito com pouco (tipo rímel colorido, super efeito, e o resto nude – Já viram os da Contém1g???). Exageros não combinam com essa época, que tem muito mais a ver com sentir o vento e tomar água de coco, e mais nada.

9. Coloque o hidratante na geladeira. lembra dessa dica ano passado? É daquelas coisas que eu fico esperando chegar o verão pra fazer rs. É uma delícia, a Tati até, que teve insolação, disse que foi o que salvou ela, porque só isso diminuia a temperatura do corpo!

10. Viva os amores de verão. Estrelinhas duplas carpadas nesse rs. Fique perto só de quem você gosta (a demissão fez mais sentido agora? rs). Clichê, foda-se. Mas tem coisa mais incrível que ir por caminhos diferentes e viver aqueles amores que só o verão traz, e que ficam marcados pro resto da vida? Procure esse outros caminhos. Ou dê um passo a frente, que você esperou tanto. Vai, liga pra ela agora, aproveira o empurrãozinho. Manda um torpedo pelo menos… Tem tanta gente que não pode, pensa nisso e cola em quem você gosta.

.

Verão, te quiero.


Ritawiggy

#verão


Que destaque na Estética, heim gatinha…

Foi uma surpresa e um prestígio de it-coco ser indicada entre tantas pica-grossas pro reconhecido prêmio da Gazeta. Poxa Gazeta, valeu por sempre estar de olho, que bom, nós estamos sempre aprontando por aí, que legal quando notam… A votação vai só até amanhã, quarta, dia 15, então se você ainda não votou, vote na gatinha dourada aqui, no ideal CUT CLUB como um todo e principalmente na força da internet como destaque do ano na estética, só pra abrir 2011 com gás renovado, que esse sim, eu garantho, vai ser no nosso ano 🙂

LINK pra votar aqui!

.

Não deixe de clicar aqui e votar também na categoria artista do ano, que o Mozine tá concorrendo, e vocês sabem o tanto que eu adoro meu migucho, e o verão tá chegando e eu queria muito um boné da Laja pra jogar frescobol na praia… Repara que a gente é tão nascido para a amizade que até na foto a gente saiu lado a lado… é o amôôôr….


Making of de cada um dos ensaios pro Conexão Beauty Art

Hoje começou lá no Portal da Maquiagem a votação pro concurso Conexão Beauty Art, que a humilde mais sonhadora dona desse blog rs está concorrendo em 2 categorias – Passarela e Audiovisual. Eu queria tanto participar desse concurso, gente, vocês nem imaginam… Só de estar lá, no meio de maquiadores do Brasil todo, e o CUT!!!!! tipo: 😀

Bom, ainda estou descobrindo como votar (tem que colocar e-mail e tal), e a nossa CEO de tecnologia @followlori também está estudando formas de encher o saco de vocês pra pedir voto com carinho. porque o que está em jogo, além de toda moral, é uma viagem pra LA, e vocês não tem ideia de como eu gostaria………………………. Ou seja, voltamos a falamos disso em breve.

Só queria agora falar dos ensaios em sí. Deixei eles baixo enquanto tava fazendo (só postei as referências, que estão nos links nos números de cada ensaio) porque tava super na correria e também porque a parada pedia pra deixar enquanto não saia no site. Mas agora saiu e já posso pelo menos colocar a ficha técnica aqui, das pessoas que me ajudaram demaaaaaais. Já posso dizer que foi incrivelmente engrandecedor fazer tantas fotos. Sério, foi um aprendizado, de cada um tirei uma coisa pro posterior, e pra vida! Foi foda isso. Fiquei feliz com o resultado e muito feliz com o processo.

Vou postar as fotos em breve, mas antes claro, as pessoas. E os argumentos. Então esse post dá o link das referências, explica cada ensaio e também nomeia a equipe, as lindas e queridas equipes.

Eu tiro esse primeiro momento só pra agradecer a essa galera toda que acreditou e deu mais força à ideia, mesmo sem nenhum dinheirinho, só a vontade enorme de fazer. Olho a galera toda e só vejo gente fina que eu já conhecia ou que pude conhecer mais. Galera, valeu por tudo demais, só deu certo por conta de vocês, e agora vamos fazer muita campanha que eu trago lembrancinha da Hollywood Blvd pra todo mundo!!!!!!! rsrs

.

Ensaio #1.

VELVET CAIPIRA
Argumento: Quem nasceu primeiro, o liberty ou o caipira? Viajamos até o interior, para encontrar as raízes folclóricas de um Brasil simples, onde a identidade bucólica é mais forte que o resto do mundo.
Ficha Técnica:
Make: Juliana Dadalto Borgo
Fotografia: Manoella Mariano
Modelo: Nathália Vargas
Styling: Brunella Simões e Benahia Figueiredo

.

Ensaio #2.

JANAÍNA
Argumento: Do fundo do mar vem a folclórica mulher metade humana, metade peixe. Entre secos e molhados, nossa boneca de porcelana emerge das profundezas como uma Iemanjá delicada, fruto de um mergulho no infinito azul, lugar de solidão e serenidade.
Ficha Técnica:
Make: Juliana Dadalto Borgo
Fotografia: Naio Resende
Modelo: Jennye Berger – Ragazzo
Styling: Lais Hofman

.

Ensaio #3.


TELÚRICOS
Argumento: Os telúricos são um povo de folclores variados, mas que de todas as formas buscam o brilho. Seja de dentro da terra, se manchando de lama para trazer à tona o ouro, como em Serra Pelada; ou olhando pra cima, hipnotizados por explosivos raios de luz  ou pelo brilho colorido das estrelas.

Ficha Técnica:
Make: Juliana Dadalto Borgo
Fotografia: Chyntia Simonetta
Modelo: Sanny Lys, Lamartine Neto
Styling: Lamartine Neto
Produção: Marcos Eduardo Altoé

.

Ensaio #4.

Eu tava abaixada nessa foto, ok?

CUT CLUB NO REINO DOS BIGODES
Argumento:
Formas, cores, texturas… Os bigodes, em todas as suas variedades, estão presente em todas as culturas do mundo, ligados a diversos e divertidos folclores. Unidas por esse elemento comum, mentes criativas traduzem a loucura em manifestações artítiscas e filosóficas. Grandes representantes, como Dalí, Einstein, e até o Coronel Mostarda do jogo Detetive, elevaram os pêlos da face ao status de acessório inusitado, reflexo de humor e estilo de vida.
Ficha Técnica:
Make e ilustrações: Juliana Dadalto Borgo
Fotografia: Estúdio Happy
Paper Art: Estúdio Happy
Modelo: João Bonna
Produção: Lorena Regattieri

.

Ensaio #5.

GLAM FOLK
Argumento:
Dois estados de espírito iguais na medida de suas desigualdades. se o rock tivesse sido inventado nos anos 20? Groupies melindrosas, rock stars elegantes, cheias de penas e atitude… Talvez só mesmo nessa mistura imaginária o glam pudesse ter alma folk. Ou vice-versa.

Ficha Técnica:
Make: Juliana Dadalto Borgo
Fotografia: Fernando Effquem
Modelo: Rhayana Davies – Ragazzo

Cabelo: Kade

.

(5 ensaios, 2 semanas, e se ninguém tivesse falado pra mim “senta alí, Claudia” eu tava fazendo ensaio até agora hahahahah)