.S&M.

Eu fico tentando descrever o cheiro que tinha. Acho que pêssego. Mas tinha o mar também… as flores, ah as flores, leves, parecia que uma camponesa usando liberty tinha colhido uma a uma. E as cores? Sou suspeita, mas as cores pra mim foram a melhor parte. Nem as nossas, alta e divertidamente coloridas com todas las colores em tons de nude clássico, mas sim e muito mais: as do tempo, que de fez lindamente claro, vagarozamente escurecendo só pra tingir de azul o ambiente, não! só pra deixar a mostra os luzes os (não-)piscas… E a lua, quem viu? misteriosa, sorrateira. Noite que caiu a crepuscular, escura, e de novo fez-se brilhar, tão lindo como em poucos clareareares eu diria, que deu um clima de primeiro do ano, que eu fico aqui, a usar essas palavras, pensando em pêssego, olha só… mas esse casamento, essa lua, esse conhaque… você sabe, botam a gente comovido como o diabo.

.

Obrigada universo pela experiência de viver rodeada de gente ultramente talentosa, criativa, inovativa e cheia de talentos. Tantos talentos! O meu vestido, por exemplo, estava perdido solitário dentro de uma caixa, o que me irrita por um lado, mas amar é mais que entender, é compreender, ele então, um gênio, deve saber que há algo naquela caixa, talvez um túnel inter planetar, um secreto, pra um lugar que ele memso criou. Ou isso ou queremos uma coleção nova fácil de comprar, e cheeeeia de coisas assim!! Só agradeço por poder ter exposto a obra, me senti importante rs. E se o diabo mora no pormenor, exclareço que foi costurado em Cuba, a partir de materias primas locais e tecidos reutilizados de outros vestidos dele, puro linho semente e socialismo, puro galanteio amor e saudade.

.

O deslexo do cabelo by CUT club, com opinião de todo mundo da casa, que e arrumava*se montava* junto. Naquele estilo, vc conhece: sabe o deslexo do cabelo na quantidade exata, sabe isso meninas que leêm o CUT? Meninos também fazem disso um charme, mas meninas que sabem a escala de desleixo do seu cabelo, e o ponto exato… Não é tudo arrumadinho, irk, é tudo uma grande arquitetura do caos, tá tudo desordenadamente pensando, o resto é laque e confusão, tenta e me conta depois.

O make foi lindo, todas as meninas, quase todas madrinhas, que se arrumaram na casa, umas se maquiaram como gostavam, outras tiveram make da Thai, que eu lembrei que esqueci e não tirei nenhuminha foto, que péssimo, porque foi tão divertido. Aquela confusão, tudo ao mesmo tempo, imagina! A Thai arrasou, ficou todo mundo lindo e colorido. Bem montado, os looks pensados em micronésimos detalhes, adoro que gosta de brincar de se vestir rs.

.

.

.

Eu sabia que ia ser lindo, a preparação, as genialidades, os corações, mas não sabia que ia ser tão, que de tudo, de nada superou o que aconteceu lá na hora. Na hora é sempre melhor, que quando a gente vê assim o amor explodindo ele se prolifera eu acho. Os dois, mais felizes que tooodo mundo. Felizes de todos os angulos, felizes enormente daquela felicidade simples, boba, que o canto da boca não consegue descer, tema em fica apontando pra cima, fazendo a bochecha mais redonda, o olhar mais brilhante…

.

.

A, sim, a música não fez por menos, a pista não parou 1 minuto, teve after, after do after, café da manhã, mais uma pista, piscina pista, pisca pista, posta, pista e all over again. Pra quem gosta, pensa, aproveita e toca uma aí pra gente, DJ Detudo:

.

Tem fotos lindas no blog do Savaris. Vai ter mais em breve tb. Só queria mesmo passar o clima. Como posso dizer? … (pabaéns pra MIrabólica, tá tudo ligado).


.
Casamento, assim como trabalho que eu falei ontem, acho que terminologias em geral, eu detesto, mas celebraços do amor assim, expandem! nossa, obrigada!


Piquenique num Vulcão

Galera, acabou de sair o clipe novo no Macaco, baseado na fotonovela Marlboro Vermelho, e ficou incrivelmente lindo, e tem toda uma história legal por trás, vê aí o resultado que ali em baixo eu conto tudo! Amei muito!! Chic e sujo, como a música, que eu também adoro rs:

.

Na primeira e mais pura rs edição do Festival Omelete Marginal, a cidade toda se agitou, se re-moldou, novas conexões aconteciam em todos os cantos, quem lembra? Era 2008, eu tinha morado fora e cheguei bem no olho do furacão, acho que 2 ou 3 meses antes só. E, como não podia deixar de ser rs, doida pra me envolver e participar dessa produção toda, de qualquer e de todas as formas que desse rs. Na época estavam assim também meu amigo, diretor de arte e gerador frenético de caraminholas Thiago Setubal, e o então amigo dele que eu nem conhecia, o fotógrafo e inquieto Vitor Malheiros. Um fotógrafo, um DA e uma redatora (até então encantada com make e cabelos, mas só isso) inventaram de fazer pra apresentar lá no dia uma fotonovela, que por fim só saiu o primeiro cápitulo, e por isso ficou na gaveta anos e anos (quase 2 anos).

A música tema da trama toda era Piquenique num Vulcão, uma música linda do Dante Ixo, cantada pelo Macaco, que era o personagem principal da trama. E continua sendo, porque foi ele que foi atrás do material todo, e não deixou ele morrer, criando depois esse clipe lindo, que teve a ajuda do Lizandro Nunes e da Ana Murta pro novo roteiro, edição e direção.

A parte que mais precisa ser dita é a sensacional participação em massa de uma galera toda muito foda! Não foi fácil juntar todo mundo, talvez esse foi o maior dos problemas pra conseguir criar os outros capítulos, mas nesse primeiro teve até participação especial do grande homenageado do ano no Festival, o ícone da música e da contra-cultura capixaba Afonso Abreu, ele era o marido da personagem da Sanny Lys, que era a diva, por quem o detetive se apaixonava, mas era a também linda Tamy Macedo que ele pegava rs. O figurino é muito acervo rs, mas também vestidos da Gabi King, e camisas Duo, e se eu não me engano o vestido da Sanny era do Lamartine Neto. Eu queria, mas pode ficar chato pq já está tudo alí em baixo rs, então não vou falar um a um de novo o nome de todos que batem ou que apanham nesse clipe rsr (até eu tô aí comprando briga rsr). A ficha completinha tá aqui em baixo, da galera da fotonovela e da galera que ajudou a transformar isso no clipe.

É muito legal ver projetos assim, que envolvem um monte gente bacana, e que viram, reviram e se transformam! Valeu Monkey por não deixar esse trabalhão todo se perder!

.

E o melhor o clipe vai ser lançado com um show, e nos vamos estar todos lá pra ver os detalhes no telão, né? Eu vou com certeza rs

.

Parabéns pra todo mundo que participou, valeu!


Ensaio da Queen

Demorei pra postar né? E vai só o primeiro (tem mais 1). Mas agora já tá tudinho no flickr, clica aí pra ver a Pri do Dizzy Queen, detonando. A M E I esse ensaio mt mt mt.

Modelo: Priscilla, Dizzy Queen
Foto: Cynthia Simonetta
Style: Lamartine Neto
Make: Cut Club
Direçao Geral: Mirabolica

Thanks to/Participação Especial: Dani, Fabi Federman e Fabricio Cerri


Aneis maravilhabólicos

.

Da Tati, lá na Mira nova 🙂