Galaxy Print

Eu quero!


Com flores na cabeça


Unhas Criativas e Divertidas

Com pouco esforço (as vezes um pouco mais que pouco rs), dá pra ser critivo nas unhas e fazer fotos pras suas redes sociais com o nome: unhas criativas da semana rsrss

ImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImage

ImageImageImage


Quer ideias de cores pra sua vida? É comigo mesma:

– Que tal sair por aí em homenagem ao céu do outono?

Image

Image

Image

.

– Não? Você é mais clássica? Vamos brincar de leve então. Que tal tentar evoluir o tracinho de delineador preto com tracinhos em branco? Fica clássico. Em cima, em baixo, vareia*, pode até trocar o P e B por outras cores.

Image

Image

Image

Image

.

– Ainda too much colorful? Vamos tentar só o preto então. Mas não somos qualquer uma, por isso vamor tentar dessa vez fazer um traço diferente, inusitado. Não vamos?

Image

Image

Image

.

– Não? Então azul! Azul não tem erro e tem aquele lance né: vesti azul, minha vida então mudou…

Image

Image

Image

Image

Image

.

– Nada amiga? O que tá acontecendo com vc, vamos conversar? Fica bem, não se preocupa, tudo são fases. Eu quando não tó mt colorida internamente, não finjo isso por fora não. Meto logo um make bem dark e faço o estilo melancolica pra baixo, fica até fashion rs, e pouca gente vai te perturbar com expressões de alegria, eu te agarantcho.

Image

Image

Image

(lembro do post de sombra até lá cima? Viu!)

.

– Final de semana tem q ser colorido. Qualquer cor que seja.


Vocês também sentem algo no ar?


Paz e amor

20110603-030923.jpg

20110603-030931.jpg


.S&M.

Eu fico tentando descrever o cheiro que tinha. Acho que pêssego. Mas tinha o mar também… as flores, ah as flores, leves, parecia que uma camponesa usando liberty tinha colhido uma a uma. E as cores? Sou suspeita, mas as cores pra mim foram a melhor parte. Nem as nossas, alta e divertidamente coloridas com todas las colores em tons de nude clássico, mas sim e muito mais: as do tempo, que de fez lindamente claro, vagarozamente escurecendo só pra tingir de azul o ambiente, não! só pra deixar a mostra os luzes os (não-)piscas… E a lua, quem viu? misteriosa, sorrateira. Noite que caiu a crepuscular, escura, e de novo fez-se brilhar, tão lindo como em poucos clareareares eu diria, que deu um clima de primeiro do ano, que eu fico aqui, a usar essas palavras, pensando em pêssego, olha só… mas esse casamento, essa lua, esse conhaque… você sabe, botam a gente comovido como o diabo.

.

Obrigada universo pela experiência de viver rodeada de gente ultramente talentosa, criativa, inovativa e cheia de talentos. Tantos talentos! O meu vestido, por exemplo, estava perdido solitário dentro de uma caixa, o que me irrita por um lado, mas amar é mais que entender, é compreender, ele então, um gênio, deve saber que há algo naquela caixa, talvez um túnel inter planetar, um secreto, pra um lugar que ele memso criou. Ou isso ou queremos uma coleção nova fácil de comprar, e cheeeeia de coisas assim!! Só agradeço por poder ter exposto a obra, me senti importante rs. E se o diabo mora no pormenor, exclareço que foi costurado em Cuba, a partir de materias primas locais e tecidos reutilizados de outros vestidos dele, puro linho semente e socialismo, puro galanteio amor e saudade.

.

O deslexo do cabelo by CUT club, com opinião de todo mundo da casa, que e arrumava*se montava* junto. Naquele estilo, vc conhece: sabe o deslexo do cabelo na quantidade exata, sabe isso meninas que leêm o CUT? Meninos também fazem disso um charme, mas meninas que sabem a escala de desleixo do seu cabelo, e o ponto exato… Não é tudo arrumadinho, irk, é tudo uma grande arquitetura do caos, tá tudo desordenadamente pensando, o resto é laque e confusão, tenta e me conta depois.

O make foi lindo, todas as meninas, quase todas madrinhas, que se arrumaram na casa, umas se maquiaram como gostavam, outras tiveram make da Thai, que eu lembrei que esqueci e não tirei nenhuminha foto, que péssimo, porque foi tão divertido. Aquela confusão, tudo ao mesmo tempo, imagina! A Thai arrasou, ficou todo mundo lindo e colorido. Bem montado, os looks pensados em micronésimos detalhes, adoro que gosta de brincar de se vestir rs.

.

.

.

Eu sabia que ia ser lindo, a preparação, as genialidades, os corações, mas não sabia que ia ser tão, que de tudo, de nada superou o que aconteceu lá na hora. Na hora é sempre melhor, que quando a gente vê assim o amor explodindo ele se prolifera eu acho. Os dois, mais felizes que tooodo mundo. Felizes de todos os angulos, felizes enormente daquela felicidade simples, boba, que o canto da boca não consegue descer, tema em fica apontando pra cima, fazendo a bochecha mais redonda, o olhar mais brilhante…

.

.

A, sim, a música não fez por menos, a pista não parou 1 minuto, teve after, after do after, café da manhã, mais uma pista, piscina pista, pisca pista, posta, pista e all over again. Pra quem gosta, pensa, aproveita e toca uma aí pra gente, DJ Detudo:

.

Tem fotos lindas no blog do Savaris. Vai ter mais em breve tb. Só queria mesmo passar o clima. Como posso dizer? … (pabaéns pra MIrabólica, tá tudo ligado).


.
Casamento, assim como trabalho que eu falei ontem, acho que terminologias em geral, eu detesto, mas celebraços do amor assim, expandem! nossa, obrigada!


Naturaleza

Esse é um dos mais fortes temas, e mais recorrentes também. O mundo está fepaschoalizando, eu sabia. E eu adoro, adoro muito os anos 70 e tudo que representou #2011 #2012. Mas essa retomada do hippie acontece, como não podia deixar de ser na nossa época, bem misturado. E geralmente essa volta ao passado casa perfeitamente com um novo futurismo, não o futurismo retrô que eu vou falar no próximo post, mas um futurismo de hoje em dia, que tem tudo a ver com novas formas de viver no mundo estragado e em decomposição, tecnologias de geração e manutenção da vida, dos cabritinhos e das chapadas, das baladas, do brilho, de tudo rs. No melhor estilo paz amor e aquecimento global! Tem flor, tem ovelinhas, tem estampa, tem fofo, tem pena, tem pedra, mas também tem paetê, glitter, makes desenhados, mascarazinhas, preto-chic… tecidos de couro e franjas se misturam com tecidos sintéticos e peles falsas, tem marrom e muito brilho. Cabelos leves soltos e sem pentear, com efeitos de vento. Alta concentração de xamãs, enfeites e correntes de flores nos cabelos. Gente pelada enrolada na bandeira.

.


Batom vermelho

– clica nos links que vai fazer mais sentido, ou não –

Maquiagem parece vício as vezes pra mim. Estou notando que se desenvolveu um TOC já: não saio de casa sem no mínimo corretivo, rímel e blush. Digo no mínimo porque passo eles pra ir à praia. Em cima do filtro, e todos os produtos que são de praia. Antes de ir dormir, mais mil etapas, as de antes de ir dormir. Será que isso tudo tem sentido? Eu me pergunto também. Tava em Salvador ontem, me apaixonei na cidade, da energia das pessoas nem falo, só ouço. Tava de batom vermelho. Falei aqui em baixo que ganhei os produtos e tô querendo testar todos eles pra fazer post. Não que eu não fosse curtir isso por si só, mas agora não saio mais sem o Lady Danger. Tava meio wou demais pro ambiente, mas eu fico tranquila com isso. Vai me dizer que ninguém tem seu lado só um tiquinho cafona? Quando eu penso em testar produtos é isso. E usar batom vermelho já é como uma pesquisa social pra mim, o “batom vermelho e as situações”. Sempre disse que no seu dia de pior humor, passa batom vermelho de manhã pra ir trabalhar, eu garanto e comprovo que muito menos pessoas puxarão papo com você logo de cara. As pessoas te olham de outro jeito mesmo, por isso que muita menina não tem coragem de usar. Mas falemos sobre coragem rs. Não é tudo uma grande brincadeira? Porque tem que ser tão sério? Enfim, vocês sabem, eu acho assim, e só o que nos cabe mesmo é o teste e o novo teste. Eu defendo o batom vermelho, e até o azul, não é pela cor nem pelo batom.

Uma moça lindíssima, a Suzana, que a gente conheceu no ônibus pro Pelourinho, foi tudo por causa do batom vermelho. E a conversa sobre como as vezes a gente vai devagarzinho esquecendo da gente, e como isso é uma ladeira abaixo. Um dia que a gente fica com “preguiça”, uma semana, depois tudo é motivo, essas coisas que todas as meninas já sabem, é o caminho da depressão. Do meu vício com corretivo-rimel-blush, sei lá, acho que ainda tô bem. Não vou nem chamar de vício, vou chamar de esporte. Das categorias aos básicas às mais complexas, e divertidas.

Lembro muito quando eu descobri a maquiagem no dia a dia, foi um shinninghappyday rs, conta direitinho nesse post, do Dia de Beaute, que eu sou muito fã. Fui entrando nesse mundo toda tímida, e fui descobrindo tantos pequenos prazeres que faziam tão grandes diferenças… Acho que é mesmo o lance dos pequenos prazeres… É muito legal ver o curso rolando porque as meninas tem uma injeção rápida disso, de descobrir elas mesmas, como eu mesma já passei e continuo passando, todo mundo né. É lindo de se ver, eu sempre vou achar isso lindo. A gente menina tem, pelo menos nessa configuração social rs, uma chance muito maior de se contruir e re-construir, e colorir, e voltar atrás e passar nude, de colocar a bochecha no lugar, de apagar aqui ou alí, enfim…. fazer isso direito – ou melhor, tirar o máximo proveito disso, é um direito feminino.

.

Lady Danger* no sol (ou no por-do-sol do farol) – Aprovado.

.

(*Lady Danger, R$ 69,00 logo alí na MAC do Shopping Vitória – já pensou? É logo mais!)

Próximos produtos e links com sentido múltiplos, se tudo correr tão surpreendentemente bem, em breve.


#2