Quem não ama t-shirts!?

Está nascendo uma nova marca de camisetas, e eu já estou me cortando pra ver as peças prontas, porque eu sei que foram feitas cheias de amor e boas referências!! Vem aí a novíssima Madame T-shirt!!! Entra no blog deles pra ver os detalhes da nova marca que vai fazer sua cabeça 😉

.

A Fefê Simor é a cabeça por trás da marca, e dessa cabecinha muita coisa legal tá saindo. As camisas tem modelos modernos, os tecidos são finos e as estampas, bom…!! Entre elas estarão 5 desenhos criados por essa coisinha magrela que vós fala! Ái que alegria! Taí uma coisa que eu seeempre quis fazer, e agora tá saindo do forno!! Tô tão feliz! Logo que tiver mais infos, mando pra vocês.quer ver só um pedacinho, só pra dar curiosidade? Siiimmmmm:

É isso, por enquanto, fiquem aqui com um dos primeiros posts do blog da marca, pra ir entrando no clima 🙂

Obrigada pelo convite Fefe, meninas, vcs não perdem por esperar!!

.

.

.


A noite do Chupacabras

Quem já tá curioso?

20110627-081951.jpg

20110627-081956.jpg

20110627-082001.jpg

20110627-082007.jpg

20110627-082012.jpg

20110627-082018.jpg

20110627-082022.jpg


Paz e amor

20110603-030923.jpg

20110603-030931.jpg


Andando por aí com o graffiti

O graffiti é arte na rua. É uma chamada para os olhos famintos de cor. Quando tudo é cinza, o tempo, a chuva,os prédios, o graffiti vem pra mostrar colorido. Pode ser preto tb. A melhor parte do graffiti é a liberdade , eu que não to por aí graffitando posso falar das andanças, porque observo as paredes. Talvez melhor até que as galerias e museus.

Mais sobre graffiti em New York aqui http://unurth.com/filter/NYC

Subway Graffiti http://subwayartblog.com/

Esse cara,é pura contravenção,é Jim Joe http://subwayartblog.com/2010/07/02/this-is-jim-joe/

Vitória tem caras incríveis graffitando tb, quem é intimo reconhece pelo traço. O @ficore é sensacional,cresci observando os traços dele por Jardim Camburi (BCL crew), o @fredonefone já levou o graffiti para as galerias e o Fagundes é um cara que admiro muito também por ensinar o que sabe para os jovens da cidade no CRJ.

.

E agora, a multitask artist Juliana (ela mesma,desse blog aqui) juntou-se com outro artista do carrr**** ,o Rodo Rock , no Coletivo Banana Gêmea pra deixar Vitória mais pulsante. Fica esperta/esperto, olha p. cima e pra frente,não deixa passar essa arte espalhada pela cidade. Tamo junto!

@followlori para a seção Cut Art INspiration

.

Só complementando o post da Lo que eu amei (a Lo é cheia de mult task surprises), o Coletivo tem tb o multi gêmeo Marcão e a fotógrafa task Dorinha, pura brincadeira, mas queremos continuar a pintar. Aqui em Vitória tem ainda o Somal, o Portelo, o Gentil, o Filipe Borba, a Nina, tem tanta gente e coisa divertida, é só abrir o olho pelas ruas!! 🙂


TV CUT

 

vem,traz o amor.


CUT CLUB no Reino dos bigodes, pro @cnx_BeautyArt !

Mais um post do celular pra dizer que enfim mexi e coloquei no Flickr o penúltimo ensaio pro Conexão BeautyArt, o prêmio já é dia 4 agora e pelo menos só fica faltando 1 pra ei finalizar agora rs. As fotos estão lindas e eu tenho um carinho especial por esse ensaio, confesso.

Olha aqui algumas fotos, todas estão no Flickr!

20110321-075005.jpg

20110321-075015.jpg

20110321-075028.jpg

20110321-075034.jpg

Idéia:
Formas, cores, texturas… Os bigodes, em todas as suas variedades, estão presente em todas as culturas do mundo, ligados a diversos e divertidos folclores. Unidas por esse elemento comum, mentes criativas traduzem a loucura em manifestações artítiscas e filosóficas. Grandes representantes, como Dalí, Einstein, e até o Coronel Mostarda do jogo Detetive, elevaram os pêlos da face ao status de acessório inusitado, reflexo de humor e estilo de vida.

Ficha Técnica:
Make e ilustrações: Juliana Dadalto
Fotografia: Estúdio Happy
Paper Art: Estúdio Happy
Modelo: João Bonna
Produção: Lorena Regattieri
pós produção: Juliana Dadalto


Contos horríveis

É tão legal brincar com essa galera rsrs. Tem um monte de gente nesse momento – e eu estarei lá mais a noite – na gravação do próximo grande sucesso da TV Quase: os Contos Horríveis. Um dos cenários, o shopping de inconveniencias:

.

Um pedaço da minha cartela de cores:

.

Os rascunhos:

.

Os testes nas gatas:

.

Hoje a noite, mais brincadeira 🙂

 

.

ps. algumas referências:


Jem e as Hologramas

Inspiração pra festinha do dia 25??

 

 

#cumfusao


Making of de cada um dos ensaios pro Conexão Beauty Art

Hoje começou lá no Portal da Maquiagem a votação pro concurso Conexão Beauty Art, que a humilde mais sonhadora dona desse blog rs está concorrendo em 2 categorias – Passarela e Audiovisual. Eu queria tanto participar desse concurso, gente, vocês nem imaginam… Só de estar lá, no meio de maquiadores do Brasil todo, e o CUT!!!!! tipo: 😀

Bom, ainda estou descobrindo como votar (tem que colocar e-mail e tal), e a nossa CEO de tecnologia @followlori também está estudando formas de encher o saco de vocês pra pedir voto com carinho. porque o que está em jogo, além de toda moral, é uma viagem pra LA, e vocês não tem ideia de como eu gostaria………………………. Ou seja, voltamos a falamos disso em breve.

Só queria agora falar dos ensaios em sí. Deixei eles baixo enquanto tava fazendo (só postei as referências, que estão nos links nos números de cada ensaio) porque tava super na correria e também porque a parada pedia pra deixar enquanto não saia no site. Mas agora saiu e já posso pelo menos colocar a ficha técnica aqui, das pessoas que me ajudaram demaaaaaais. Já posso dizer que foi incrivelmente engrandecedor fazer tantas fotos. Sério, foi um aprendizado, de cada um tirei uma coisa pro posterior, e pra vida! Foi foda isso. Fiquei feliz com o resultado e muito feliz com o processo.

Vou postar as fotos em breve, mas antes claro, as pessoas. E os argumentos. Então esse post dá o link das referências, explica cada ensaio e também nomeia a equipe, as lindas e queridas equipes.

Eu tiro esse primeiro momento só pra agradecer a essa galera toda que acreditou e deu mais força à ideia, mesmo sem nenhum dinheirinho, só a vontade enorme de fazer. Olho a galera toda e só vejo gente fina que eu já conhecia ou que pude conhecer mais. Galera, valeu por tudo demais, só deu certo por conta de vocês, e agora vamos fazer muita campanha que eu trago lembrancinha da Hollywood Blvd pra todo mundo!!!!!!! rsrs

.

Ensaio #1.

VELVET CAIPIRA
Argumento: Quem nasceu primeiro, o liberty ou o caipira? Viajamos até o interior, para encontrar as raízes folclóricas de um Brasil simples, onde a identidade bucólica é mais forte que o resto do mundo.
Ficha Técnica:
Make: Juliana Dadalto Borgo
Fotografia: Manoella Mariano
Modelo: Nathália Vargas
Styling: Brunella Simões e Benahia Figueiredo

.

Ensaio #2.

JANAÍNA
Argumento: Do fundo do mar vem a folclórica mulher metade humana, metade peixe. Entre secos e molhados, nossa boneca de porcelana emerge das profundezas como uma Iemanjá delicada, fruto de um mergulho no infinito azul, lugar de solidão e serenidade.
Ficha Técnica:
Make: Juliana Dadalto Borgo
Fotografia: Naio Resende
Modelo: Jennye Berger – Ragazzo
Styling: Lais Hofman

.

Ensaio #3.


TELÚRICOS
Argumento: Os telúricos são um povo de folclores variados, mas que de todas as formas buscam o brilho. Seja de dentro da terra, se manchando de lama para trazer à tona o ouro, como em Serra Pelada; ou olhando pra cima, hipnotizados por explosivos raios de luz  ou pelo brilho colorido das estrelas.

Ficha Técnica:
Make: Juliana Dadalto Borgo
Fotografia: Chyntia Simonetta
Modelo: Sanny Lys, Lamartine Neto
Styling: Lamartine Neto
Produção: Marcos Eduardo Altoé

.

Ensaio #4.

Eu tava abaixada nessa foto, ok?

CUT CLUB NO REINO DOS BIGODES
Argumento:
Formas, cores, texturas… Os bigodes, em todas as suas variedades, estão presente em todas as culturas do mundo, ligados a diversos e divertidos folclores. Unidas por esse elemento comum, mentes criativas traduzem a loucura em manifestações artítiscas e filosóficas. Grandes representantes, como Dalí, Einstein, e até o Coronel Mostarda do jogo Detetive, elevaram os pêlos da face ao status de acessório inusitado, reflexo de humor e estilo de vida.
Ficha Técnica:
Make e ilustrações: Juliana Dadalto Borgo
Fotografia: Estúdio Happy
Paper Art: Estúdio Happy
Modelo: João Bonna
Produção: Lorena Regattieri

.

Ensaio #5.

GLAM FOLK
Argumento:
Dois estados de espírito iguais na medida de suas desigualdades. se o rock tivesse sido inventado nos anos 20? Groupies melindrosas, rock stars elegantes, cheias de penas e atitude… Talvez só mesmo nessa mistura imaginária o glam pudesse ter alma folk. Ou vice-versa.

Ficha Técnica:
Make: Juliana Dadalto Borgo
Fotografia: Fernando Effquem
Modelo: Rhayana Davies – Ragazzo

Cabelo: Kade

.

(5 ensaios, 2 semanas, e se ninguém tivesse falado pra mim “senta alí, Claudia” eu tava fazendo ensaio até agora hahahahah)


Make pra Revista do SV

Dessa última edição a Michele me chamou pra fazer o make de um dos editoriais da Revista do Shopping Vitória. Fiquei super feliz porque acho os melhores ensaios, né não? Dou valor porque, em cada edição, fazer 3 ensaios é uma dureza, eu acho. E depois de 5 ensaios, 6 com esse, todos em 2 semanas rs, adoro ensaios mais and mais.

Dois foram em Itaúnas e eu tô doida pra ver, e nosso foi em estúdio e ficou liiiiindo! O tema era brilho, teve luz e movimento incríveis, o fotografo foi o Naio Resende, e a modelo uma mineira linnnnda (me lembro o nome dela? Alguém lembra?).

Vocês vão ver o resultado em breve, vou postar só umas fotos de making off aqui e algumas histórias e tal.

.

.

Esse batom azul escuro fez o maior sucesso lá:

.

O que me faz pensar rsrs – claro rs… Tenho conversado com uma menina lá do Rio, que tem essa banda e essas fotos, maquiadora também, por conveniência, esteve aqui em Vitória esses dias e vai voltar ;). A Marianna Bahia. Ela fala sobre maquiagem pra banda dela, e eu tenho contato com várias bandas daqui que fazem ou de algum jeito querem fazer make também, quero muito conseguir que aqui seja um lugar de dicas e ideias pra esse público também. Mas então pensamos em 2 tipos de make, o do dia-a-dia e o do espetáculo, certo? O que vocês acham que eu vou dizer? Errado, claro, é o papo com a Bahia, qual o limite?, a gente pode pegar elementos do make up artist pra vida real? Só depende de criatividade, gatinha. E coragem, do post anterior.

Eu vou dar uma dica de como fiz um batom de cor linda e única, que você que escolhe. Já usei isso pra sair várias vezes. Não tem uma duração nem uma consistência como a de batom, mas o efeito é único, quando o assunto for efeito pra você.

Pra começar, quando for passar um batom escuro, faz toda diferença contornar a boca com a cor mais próxima. Pode ser de lápiz de boca ou até com um pincel chanfrado e batom mesmo, só mesmo pra você se guiar por essa linha. Porque se você fizer muito forte vai saindo o batom e ficando aquela linha de cor só em volta da boca, ai que pavor que eu tenho disso.

.

Eu ia fazer um batom preto, mas depois ví essa sombra azul com brilho azul, da NYX, e fiquei matutando…

Essa tampa de latinha é minha companheira por isso, pra fazer misturas. De dois batons pra chegar no tom que eu quero, sombras, enfim, tudo eu misturo alí…. Pra fazer esse batom eu raspei bastante sombra e misturei com o primer (de olho rs) da NYX. Eu poderia ter passado o primer na boca e colocado a sombra por cima, daria certo tb, mas eu preferi misturar pra colocar bastante sombra mesmo e ficar com a cor forte. Daí ficou muito grosso, então eu coloquei esse glitter (de corpo rs) um creme com muita purpurina que eu tinha passado na pele dela toda. Ficou com a cara do glamour, daí eu fui passando em camadas na boca. Passando não, quase depositando.

.

Por último: Já falei aqui outras vezes também que a grande dica pra batom escuro (porque ele tem mesmo que ficar muito mais retinho na boca, porque chama muita atenção qualquer errinho), é depois dele pronto, pegar um pincel pequeno e chatinho e passar corretivo em volta esfumaçando, na parte de fora da boca, no limite. Daí você corrige e faz a linha do jeito certinho.

.

Depois me conta a cor do seu próximo batom 😉